ENEL CAUSA IMPASSE EM PLANALTINA

Zaneide está se irritando com a teimosia dos técnicos da ENEL que sustentam não poder mudar o poste para mais 4 metros à esquerda de sua loja.
De qualquer ângulo que for visto o serviço nota-se que, a proprietária está pedindo o possível e que os técnicos deverão atendê-la

Dona Zaneide Pereira de Oliveira, proprietária, divorciada, residente em Planaltina há mais de 30 anos, contribuinte respeitada por sua dedicação às atividades comerciais, antes com seu ex-marido e agora individualmente, sempre atenta às novas iniciativas, solícita para com os que dela precisam, está vivendo um impasse com a companhia de energia elétrica que serve à cidade, a ENEL.
O lote comercial situado à QA 02 – MC – Lote 05, Setor Leste, de propriedade de dona Zaneide sempre teve um poste de energia elétrica colocado à sua frente, isto há mais de 25 anos pela CELG, antecessora da atual distribuidora. Este poste de energia está sendo mudado pela ENEL e, qual a surpresa? Ao invés de melhorar a colocação do poste, expondo-o na divisa dos lotes, o que é de praxes da empresa, não. Estão colocando o poste de frente a uma das lojas de dona Zaneide, piorando sobremaneira a eventual entrada de carro ou qualquer outro veículo no estabalecimento, que, pela localização, poderá prestar-se a uma revenda de automóveis, a uma oficina de autos ou outras atividades que exigem a entrada de carros naquele espaço.
Dona Zaneide já recorreu as autoridades locais, aos escritórios da empresa ENEL na cidade para impedir a conclusão da obra nos moldes em que está proposto. “São apenas 4m de afastamento do poste”, esclarece dona Zaneide. O presidente da ACIAPLA, Marcelo Henrique já visitou o local e fará documento para sensibilizar os dirigentes da ANEL. Enquanto isso, permanece o impasse da boa contribuinte com a empresa – ENEL – que ainda não convenceu quanto ao seu trabalho de distribuição de energia em Planaltina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *