quarta-feira, maio 18, 2022
InícioPlanaltinaCOMBUSTÍVEL QUASE PEGA FOGO

COMBUSTÍVEL QUASE PEGA FOGO

Maquinário pesado e até carro do SAMU ficaram aguardando o abastecimento, que, segundo o dono do posto, já estava autorizado a ser feito. Fotos abaixo.

Patrolas, retro escavadeiras, bobiquetes e outras máquinas de trabalho do município de Planaltina foram parar nas instalações de um posto de combustíveis do município, o Posto do Juarêz, localizado no Setor Leste da cidade. O impasse foi criado, segundo o proprietário do posto, devido a um acerto verbal feito com a assessoria do prefeito Reis que, ao tomar posse para cumprir um mandato tampão (2018/2019), estava em  momento de dificuldades para não parar os serviços da prefeitura. “Acertamos que continuaríamos a atender a prefeitura, mas que receberíamos todo dia 10 de cada mês. O que ficou acertado, já que não temos condições de segurar o pagamento de 60 em 60 dias, conforme consta no Contrato por nós assinados com a administração anterior”, explicou o empresário Juarêz José da Silva Júnior, o Júnior. Nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, o auto posto amanheceu com ordens para não abastecer os veículos da prefeitura de Planaltina, já que a prefeitura não efetuara o pagamento da fatura, verbalmente acertada para ser paga no dia 10 de cada mês. O prefeito Reis em meio aos problemas administrativos da municipalidade, quando recebeu a informação do Secretário de Transportes, Álvaro Benevides, o Cunhadinho, reagiu indignado com o que lhe pareceu um insulto do empresário, já que, legalmente, não estava devendo ao posto de combustíveis, que já tinha fornecido mais de 100 mil reais para a prefeitura, até esta data. “Coloque as máquinas nas bombas para serem abastecidas. Se não forem, ninguém mais abastece”, disse o prefeito ao secretário que, incontinente foi obedecer à determinação. Ocorre que, enquanto Cunhadinho estava indo colocar as máquinas nas bombas do Posto do Juarêz, o empresário falava com prefeito desbloqueando automaticamente o abastecimento. As máquinas da prefeitura ficaram paradas no horário do almoço nas bombas do auto posto, mais parecendo um movimento paredista, ocasionando, inclusive, matéria jornalística fantasiosa, dizendo do não pagamento dos combustíveis pelo prefeito Eles Reis de Freitas. “Não existe isso, garantiu o prefeito, estamos em dia e isso é só um mal entendido!, explicou, enquanto o empresário dizia de sua insatisfação pelo não cumprimento do acordo feito pela prefeitura, causando-lhe prejuízo na reposição dos estoques.

A prefeitura, segundo o empresário Juarêz Júnior, está abastecendo entre 130 a 150 mil reais de combustível (gasolina e diesel) por mês e o contrato assinado pelo Auto Posto do Juarêz com o município, ainda no governo cassado de Dr. Davi, tem vigência até o próximo mês de março, quando a prefeitura fará um novo pregão para buscar a um novo fornecedor.

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre