SÃO GABRIEL GANHA NOVA CARA

Mapa antigo do loteamento de São Gabriel…
… nova perspectiva do loteamento já apontando as áreas ocupadas pelo desenvolvimento populacional da localidade.

A prefeitura municipal de Planaltina, buscando regularizar definitivamente os espaços públicos do município e contando com o serviço de topografia da Marco Zero, empresa que atua na região de Planaltina, sob a orientação do Engenheiro Dr. Carlos Henrique Teixeira de Carvalho Júnior, está desenvolvendo um trabalho de fôlego sobre o mapa do distrito planaltinense de São Gabriel, propiciando, inclusive, a perfeita legalização do patrimônio público daquele distrito.

A localidade de São Gabriel, criada no final da década de 50 do século passado, foi concebida pelo então deputado estadual de Goiás, Gabriel Monteiro Guimarães, proprietário da fazenda original, com o intuito de sediar um novo município que surgiria com a extinção do município de Planaltina. Conta a história da localidade que, entre o anos 1965 e 1966, por um período de onze meses, passou a chamar-se São Gabriel de Goiás, tendo sido elevada à condição de cidade e sede de município de mesmo nome.

São Gabriel fora assentada sobre um loteamento moderno, em uma localidade previamente definida, pelo então deputado que, inclusive, vendeu e doou vários imóveis do loteamento onde hoje está a sede do distrito, a cerca de 35 km da divisa do Distrito Federal, às margens da rodovia GO 118, uma das mais importes, senão  a mais importante rodovia do Nordeste de Goiás, que dá acesso ao extremo sul do estado de Tocantins.

Agora, depois deste mais de cinquenta anos de ocupação da área, ocupação de certa forma descontrolada e sem uma fiscalização que precisasse a demarcação dos lotes,  a prefeitura planaltinense contando com os serviços da Marco Zero, está fazendo uma adequação do loteamento, buscando manter os traços originais do primeiro mapa, o que dará uma cara nova para São Gabriel que vem experimentando sensível crescimento.

Deixe uma resposta