IMPASSE NA CÂMARA DE VEREADORES

Raimundo Good’s(PSB), Almério Barros (PSC), Aroldo Nascimento (PTB) e Zé Carlos (PDT) conversam sobre o impasse na Casa.

A Câmara de Vereadores de Planaltina – Terra de criança feliz – composta por dezessete edis, sofreu impasse no decorrer da primeira sessão (18/12) realizada após a derrota do atual presidente Carlim Imperador (PROS), para um segundo mandato, quando sua chapa perdeu para o vereador Salvador de Paula (PR) em eleição realizada no dia 15, domingo.

Preocupados com a falta de contato do ainda presidente Carlim Imperador para as votações de praxes em finais de anos legislativos e sabedores de mensagens do executivo que precisavam, impreterívelmente, de serem votadas antes do encerramento do ano, nove vereadores (Salvador de Paula, Carlinhos do Egito, Raimundo Good’s, Aroldo Nascimento, José Carlos, Tinica, Denis Franco, Almério Barros e Fagundes) fizeram-se presentes à Casa de Leis e, qual surpresa! A porta da Câmara fechada e com uma faixa “Câmara de Recesso”, assim como todos os funcionários de apoio aos vereadores dispensados.

Restou aos vereadores presentes a realização de uma sessão relâmpago, presidida pelo vereador Aroldo Nascimento, o mais velho da casa naquele ato, que somente abriu e fechou a reunião, para constar como prova de que a direção da Casa já entrara de recesso parlamentar, o que é proibido pela Lei Orgânica Municipal, sem a devida análise da LOA – Lei Orçamentária Municipal e o PPA – Plano Plurianual, ambos vindos do executivo para apreciação do legislativo, que deve se dar antes do encerramento do ano.

 

Deixe uma resposta