FLAGRADAS COM A COMUNICAÇÃO

Jovens, com crianças no colo, bolsas cheias e tatuadas são características das detidas.

Uma movimentação inusitada ocorreu esta manhã de frente a Câmara de Vereadores de Planaltina, quando policiais da PMGO abordaram jovens senhoras que, até então tranquilas faziam lanche em estabelecimento comercial da localidade.

Mais viaturas vieram a se juntar à primeira e logo depois uma guarnição do Sistema Prisional de Goiás com cerca de dez agentes, inclusive com policiamento feminino que revirou as bolsas das senhoras que, a esta altura já estavam sob a observação da PM que chegara primeiro.

O que ocorreu? “Três jovens senhoras estavam fazendo o serviço de transporte de celulares para dentro do presídio estadual, localizado no centro-oeste da cidade”, explicou uma auxiliar do presídio. Afinal, seus amados tinham cometido crimes e estavam incomunicáveis dentro daqueles muros. As crianças de colo já sofriam a pressão daquela irresponsabilidade.

Depois do aparente tumulto elas foram conduzidas junto com crianças, bolsas e outros pertences no carro da PM/GO para a Delegacia de Polícia local.

A movimentação voltou à normalidade.

A PMGO e o Sistema Prisional foram ligeiros e conseguiram deter as meninas travessas.
O Sistema Prisional funcionou, até a Federal estava pelo meio.

Deixe uma resposta