AUMENTO DA TAXA DE ILUMINAÇÃO NÃO PASSA

O governo municipal de Planaltina, liderado pelo prefeito Cristiomário Medeiros, o Delegado Cristiomário, perdeu mais uma investida tentando aumentar a Taxa de Manutenção de Iluminação Pública.

Em sessão legislativa tumultuada, o presidente da Câmara, Salvador de Paula pautara a pedido do novo líder do governo, Teleomar dos Santos, o Tel 100% Você, o projeto que já fora retirado de pauta no início do mês passado, o Projeto 015/2021, alterando com aumento da Taxa de Iluminação Pública instituída pela Lei 784/2009.

Isso ocorreu, ontem 10 de junho, depois de manobras do prefeito que, inclusive, para melhorar seu número de vereadores apoiadores do Projeto, trocou o Vereador Victor Dimba, levando-o para a Secretária Municipal do Trabalho, dando vaga para o conhecido suplente Ivan Bay Park e trocando o líder do governo na Câmara, substituindo o Professor Lincon, de primeiro mandato para o Tel 100% Você, que retornou a Casa depois de um mandato afastado e chegou socando a mesa, argumentando sobre “coragem para fazer política” e justificando a necessidade de aumentar o custo da taxa.

Do outro lado os vereadores oposicionistas somados aos independentes, liderados ora por Genival Fagundes (PL), ora por Juninho Oliveira (PROS) que sustentavam não ser o momento de “sangrar o contribuinte neste período difícil da pandemia” e mais, mostrava Genival, a prefeitura teve significativo aumento na arrecadação neste cinco meses de 2021.

Colocado o Projeto em primeira votação e veio a surpresa: empate de 8×8, tendo o presidente Salvador de Paula desempatado, votando “não” com a oposição.

O líder do governo, Tel 100% Você, frente a derrota do governo, primeira tentativa sua, retirou o Projeto da pauta, não permitindo a segunda votação.

“Estaremos atentos para não deixar que se aprove esta imoralidade”, disse o Vereador Juninho, contestando o líder do governo que argumenta a legalidade do Projeto, enquanto a oposição alega a inoportunidade, imoralidade da proposta.

Ainda vai ter retorno e, pelo que se apresenta, no momento o prefeito Cristiomário vai perder a parada.

“O carro da iluminação pública já tem combustível de sobra”, diz oposição.

Deixe uma resposta