Eurípedes Júnior, Presidente do PROS, e convenção eleita irão recorrer

A decisão não tem aplicabilidade imediata, ademais a decisão dos desembargadores do TJDFT reconhecerem a validade da convenção que elegeu Holanda, ainda deve ser referendada pelo TSE

Da Redação

A defesa da direção do PROS encabeçada por Eurípedes Júnior irá recorrer da decisão dos três desembargadores da 8ª turma que na tarde de hoje (08/03) decidiram pela validade da segunda convenção realizada em Goiânia pela ala dissidente liderada por Marcus Holanda.

Segundo o advogado de Eurípedes Junior, Dr. Bruno Pena, as instâncias ainda não se exauriram e eles vão recorrer da sentença.

De certo, ainda não há um desfecho definitivo, esperemos que o imbróglio se desvele antes das eleições deste ano em outubro.

Em nota o Partido diz que “Não acabou”:

Você pode ver também na ínegra aqui!

Deixe uma resposta