6 DOS MUSEUS MAIS ESTRANHOS E CURIOSOS DO MUNDO

Atualmente não faltam museus especializados em arte e cultura, mas, talvez, você esteja cansado de olhar relíquias pré-histórias e pinturas raras. A boa notícia é que existem museus com coleções dedicadas a praticamente qualquer curiosidade ou bizarrice imaginável, desde parafernália funerária a objetos eróticos.

A seguir, reunimos algumas das instituições mais excêntricas que oferecem ao visitante uma experiência única, embora muitas vezes inesperada. Acompanhe!

1. Museu Parasitológico Meguro, Tóquio, Japão

Museu Parasitológico Meguro surgiu como uma instalação cientifica focada em pesquisas de parasitas, sendo o único museu do mundo dedicado a esses organismos.

(Fonte: Kylie van Zyl/ Reprodução)(Fonte: Kylie van Zyl/ Reprodução)

A coleção conta com cerca de 45 mil espécimes de parasitas, mas apenas 300 estão expostas. Até parece pouco, mas é tanta coisa estranha que você pode ficar feliz de não ver o resto. Entre os itens estão fotos com os piores cenários dos parasitas em humanos e animais, além de uma tênia de 8 metros — a mais longa do mundo.

2. Museu da Cultura Funerária Mundial, Novosibirsk, Rússia

Esse é um dos únicos museus do mundo dedicados à exploração das práticas funerárias ao redor do mundo. Além de objetos relacionadas a morte o acervo do Museu da Cultura Funerária possui milhares de gravuras, fotos, desenhos e pinturas.

(Fonte: Private Museums/ Reprodução)(Fonte: Private Museums/ Reprodução)

Entre os itens expostos estão lápides do século XIX, detalhes da arquitetura dos cemitérios, cruzes e até elegantes vestidos de luto que datam do século XIV.

museu é apenas uma parte das instalações que também fabrica produtos para a indústria da morte. Por lá, ainda há um crematório, um parque memorial, modelos de carros funerários, caixões e, se o visitante tiver sorte, pode até participar de uma exibição de urnas.

3. Salão Internacional de Exposições da Amizade, Monte Myohyang, Coréia do Norte

O Salão Internacional de Exposições da Amizade norte-coreano consiste, basicamente, de um armazém com mais de 100 mil presentes dados ao falecido Kim Il-Sung e a seu filho, Kim Jong Il.

(Fonte: Koryo Group/ Reprodução)(Fonte: Koryo Group/ Reprodução)

Embora alguns itens exibidos sejam de estados democráticos, como a bola de basquete assinada por Michael Jordan e dada de presente por Madeleine Albright, a maioria dos objetos da coleção tem origem em regimes despóticos. Agora, tentar entender o que cada item significa é um problema.

Por exemplo, por trás do tanque de bronze da URSS é possível imaginar um simbolismo militar. Por outro lado, fica difícil saber o que os sandinistas da Nicarágua queriam dizer ao dar aos Kims um jacaré taxidermizado e sorridente segurando uma bandeja de madeira com copos para servir coquetéis.

4. Museu Falológico Islandês, Húsavik, Islândia

Se você for visitar o Museu Falológico Islandês espere o inesperado. O lugar guarda uma variedade de pênis em todas as formas imagináveis e tamanhos.

(Fonte: Museum Ask/ Reprodução)(Fonte: Museum Ask/ Reprodução)

O objetivo da instalação é coletar exemplares fálicos de todos os mamíferos do país. Situado no litoral norte da Islândia, o lugar ainda serve como fonte para o estudo da influência do pênis na literatura, psicologia, arte e história.

5. Museu do Cabelo de Avanos, Avanos, Turquia

O Avanos Hair Museum, na cidade turca de Avanos, pode parecer um museu um pouco nojento para algumas pessoas. No lugar estão expostas amostras de cabelo de mais de 16 mil mulheres de todo o mundo, cada uma com o nome e endereço da doadora.

(Fonte: amusingplanet/ Reprodução)(Fonte: amusingplanet/ Reprodução)

A história desse museu bizarro começou há pouco mais de 30 anos e de forma romântica: uma mulher que precisou deixar a cidade deu uma mecha de seu cabelo para um amigo, oleiro na região, para que ele se lembrasse dela.

6. Museu Subaquático de Cancun, Cancun, México

Museu Subaquático de Cancun, México, é um dos mais exclusivos do mundo, afinal, está situado no fundo do oceano. A sua criação teve um bom motivo: o Parque Nacional Marinho de Cancun instalou quase 500 esculturas no fundo do mar para atrair as massas de turistas que visitavam a região, afastando essas pessoas dos recifes de corais já muito danificados.

(Fonte: aquaworld/ Reprodução)(Fonte: aquaworld/ Reprodução)

O mais legal é que as esculturas, feitas de argila com pH neutro, também vão ajudar a criar um novo recife de corais que, com o tempo, vai atrair vida marinha para o lugar.

Mega Curioso

Deixe uma resposta