domingo, maio 22, 2022
InícioPlanaltinaDELEGADO É ACUSADO DE PERSEGUIÇÃO

DELEGADO É ACUSADO DE PERSEGUIÇÃO

O delegado Cristiomário de Sousa Medeiros, popular Delegado Cristiomário está sendo acusado pelo universo político planaltinense, até mesmo por aliados dele mesmo, de usar o cargo de prefeito municipal de Planaltina para desenvolver artimanhas perseguindo a adversários politicos.

Cristiomário foi eleito para administrar o município de Planaltina (2021 a 2024) após um período conturbado da política local, onde em dois mandatos (oito anos) passaram oito nomes pela prefeitura, numa verdadeira guerra pela cadeira do executivo. Apaziguados os ânimos, Cristiomário foi eleito com pouco mais de 33% dos votos, depois de quatro anos de campanha ininterrupta, quase perdendo para o Professor Zenilton que, segundo colocado, alcançou mais de 32%, nas eleições de 2020.

Agora, nos preparativos para as eleições nacionais, o Delegado, segundo as redes sociais e discursos no plenário da Câmara de Vereadores, “está usando o cargo de prefeito para atropelar a possíveis candidatos a deputado estadual e federal seus adversários”. E, mais grave, usando os cargos comissionados existentes no executivo para turbinar a pré candidatura de Zezinho do Planalto, o vice prefeito e pré candidato, indicado a estadual pelo Delegado.

Isso já levou o professor Zenilton a reclamar da situação constrangedora por que passaram seus convidados quando, organizou o lançamento de sua pré campanha em espaço particular para o dia 26 de abril e, qual sua surpresa ? O Serviço de Fiscalização Sanitária da prefeitura, no dia do evento, foi lá e fechou o espaço. Mais grave: um mês antes o próprio prefeito tinha usado o espaço para evento do mesmo jeito. Vereadores da oposição caíram de pau no Delegado no decorrer das sessões legislativa deste início de mês.

“Ele está usando os comissionados, mas vamos lhe dar o que merece no TCM”, discursou Carlim Imperador (PROS), após conhecer uma lista de duzentos demitidos pelo DP da prefeitura. Segundo observadores, o prefeito estaria negociando o retorno seletivo dos demitidos com a exigência de que apóiem a Zezinho do Planalto. “Abuso de poder econômico e político”, disse o vereador Juninho (PROS), apoiado por Genival Fagundes (PL) candidato a deputado federal.

O que está acontecendo é só o começo, o pré aquecimento da campanha eleitoral de 2022, onde o Delegado quer emplacar seu candidato a deputado estadual e certamente o federal na marra.

 

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre