REUNIÕES EXTRAORDINÁRIAS NA CÂMARA DE VEREADORES

Câmara de Vereadores discute projetos enviados pelo Executivo em reuniões extraordinárias.

A Câmara de Vereadores de Planaltina, que reúne-se ordinariamente no início de cada mês, está nesta segunda-feira (28/08), reunindo-se, extraordinariamente para aprovar, inclusive crédito suplementar a pedido do prefeito municipal.

Apesar da reação da oposição, representada pelo vereador Carlim Imperador, ser contrária “devido a abertura de créditos suplementares não vir devidamente acompanhada dos esclarecimentos necessários. Ser um projeto aprovado às escuras”. Apesar dos esclarecimentos o Projeto de Crédito Suplementar foi aprovado pelo placar de 9 votos a favor e 4 contra.

No pacote de Projetos vindos do Executivo, também consta a regulamentação no município da Lei Nacional que trata do Piso Nacional da Enfermagem.

Vereadores da base, trabalhadores da Saúde e representante do Executivo. A polêmica estava montada.

“Estamos vivendo um impasse”, disse o vereador Professor Lincon frente ao texto sobre o Piso Nacional da Enfermagem, em ponto levantado pelo Vereador Carlim Imperador onde percebeu-se que existem incoerências no Projeto, inclusive, “não regulamenta o Piso da Enfermagem no município, somente autoriza pagamento aos servidores efetivos” , anotou Imperador.

Depois de discussão acalorada, o Projeto reconhecido como inadequado para a totalidade dos trabalhadores em enfermagem, já que aqueles que não são efetivos não receberão, foi aprovado pelo placar de 13 votos a favor e uma abstenção. Uma vitória do Sindiplag que fazia-se presente com o presidente João Edson Carvalho que, em conversa com nossa reportagem disse da necessidade de se autorizar o pagamento através do Projeto, “senão os recursos serão devolvidos ao Ministério da Saúde, responsável pela integralidade do repasse”, o que por certo sensibilizou aos vereadores. Os trabalhadores não efetivos terão de esperar o resultado de trabalho que será feito pelos vereadores.

Joãozão (Sindiplag) e Sandro Leite (Prefeitura). Acertos funcionaram.

Os Projetos de Leis encaminhados pelo Executivo foram aprovados pelo Legislativo com ampla maioria.

Já passava das 13:00 horas quando a terceira e última votação consolidou a aprovação das propostas do Executivo planaltinense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *