segunda-feira, maio 16, 2022
InícioPlanaltinaJULGAMENTO DE DR. DAVI É PROTELADO PELO TRE-GO

JULGAMENTO DE DR. DAVI É PROTELADO PELO TRE-GO

PÚBLICO NA AUDIÊNCIA QUE MAL COMEÇOU, FAIXAS DE PROTESTO LEVADAS POR OPOSITORES E PLENÁRIO QUE CEDEU AO PEDIDO DE VISTAS DO DESEMBARGADOR

Depois de serem julgados e condenados em primeira instância a 04 de setembro e depois a 04 de outubro do  ano passado, em decisões proferidas pelo Juiz da 44ª Zona Eleitoral de Goiás Alano Cardoso e Castro, o prefeito de Planaltina Dr. Davi Lima, sua vice Pastora Cida, ambos filiados ao PROS e um empresário julgados por envolvimento em ações que o Ministério Público considerou abuso de poder econômico e político, os réus recorreram da sentença monocrática e o processo encontra-se em discussão no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás – TRE-GO.

Ontem, dia 18 de junho, o processo foi a plenário para mais um passo do julgamento, mas retirado para análise logo no início da discussão, tendo em vista o pedido de um dos desembargadores. No plenário do TRE-GO várias pessoas interessadas no caso, dente elas muitos oposicionistas do prefeito que ficaram insatisfeitos com o desfecho do caso, devido ao que consideram ser um atraso injustificado daquele tribunal. Por outro lado, os partidários de Dr. Davi, querem que o TRE deixe o prefeito trabalhar. Inclusive o seu advogado, que pediu a devolução do processo para Planaltina ou seu pronto arquivamento, posto que “o candidato a vereador Josa que provocou a reunião em sua casa e lá convidou e recebeu o candidato a prefeito e sua vice, local onde originou-se o processo, sequer é arrolado como testemunha. Ele é parte desta investigação e não aparece como réu e nem mesmo como testemunha do caso. Este é um dos graves erros deste processo!”, alegou o jurista que defendeu o prefeito em sustentação oral.

O certo é que nova data será marcada para que o caso volte ao plenário, não sendo descartada a possibilidade de que o processo venha bater, de novo, nas mãos de Dr. Alano, juiz da comarca planaltinense e responsável pelas eleições ocorridas em outubro de 2016, que elegeu Dr. Davi Lima prefeito e Pastora Cida como vice, ou até mesmo, já existe análise, que o processo possa ser arquivado devido as muitas variáveis que o caso está apresentando. É aguardar.

RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre