JULGAMENTO DE DR. DAVI É PROTELADO PELO TRE-GO

PÚBLICO NA AUDIÊNCIA QUE MAL COMEÇOU, FAIXAS DE PROTESTO LEVADAS POR OPOSITORES E PLENÁRIO QUE CEDEU AO PEDIDO DE VISTAS DO DESEMBARGADOR

Depois de serem julgados e condenados em primeira instância a 04 de setembro e depois a 04 de outubro do  ano passado, em decisões proferidas pelo Juiz da 44ª Zona Eleitoral de Goiás Alano Cardoso e Castro, o prefeito de Planaltina Dr. Davi Lima, sua vice Pastora Cida, ambos filiados ao PROS e um empresário julgados por envolvimento em ações que o Ministério Público considerou abuso de poder econômico e político, os réus recorreram da sentença monocrática e o processo encontra-se em discussão no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás – TRE-GO.

Ontem, dia 18 de junho, o processo foi a plenário para mais um passo do julgamento, mas retirado para análise logo no início da discussão, tendo em vista o pedido de um dos desembargadores. No plenário do TRE-GO várias pessoas interessadas no caso, dente elas muitos oposicionistas do prefeito que ficaram insatisfeitos com o desfecho do caso, devido ao que consideram ser um atraso injustificado daquele tribunal. Por outro lado, os partidários de Dr. Davi, querem que o TRE deixe o prefeito trabalhar. Inclusive o seu advogado, que pediu a devolução do processo para Planaltina ou seu pronto arquivamento, posto que “o candidato a vereador Josa que provocou a reunião em sua casa e lá convidou e recebeu o candidato a prefeito e sua vice, local onde originou-se o processo, sequer é arrolado como testemunha. Ele é parte desta investigação e não aparece como réu e nem mesmo como testemunha do caso. Este é um dos graves erros deste processo!”, alegou o jurista que defendeu o prefeito em sustentação oral.

O certo é que nova data será marcada para que o caso volte ao plenário, não sendo descartada a possibilidade de que o processo venha bater, de novo, nas mãos de Dr. Alano, juiz da comarca planaltinense e responsável pelas eleições ocorridas em outubro de 2016, que elegeu Dr. Davi Lima prefeito e Pastora Cida como vice, ou até mesmo, já existe análise, que o processo possa ser arquivado devido as muitas variáveis que o caso está apresentando. É aguardar.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta