terça-feira, maio 17, 2022
InícioPlanaltinaPROCESSO DE DR. DAVI DARÁ PASSO DEFINITIVO?

PROCESSO DE DR. DAVI DARÁ PASSO DEFINITIVO?

Dando continuidade ao processo que pede a cassação do prefeito de Planaltina Dr. Davi e de sua vice Pastora Cida,  novo capítulo é aguardado para hoje no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás. O pedido de cassação dos dois (chefe e sub-chefe) do poder executivo planaltinense basea-se no “abuso de poder econômico e político” que teria ocorrido no decorrer da campanha eleitoral de 2016, quando os dois foram eleitos e assumiram suas funções a partir de 01 de janeiro de 2017. Dr. Davi e a Pastora Cida, ambos filiados ao PROS, assumiram seus cargos com o processo de pedido de cassação já encaminhado pelo Ministério Público e, de lá para cá, já perderam na decisão proferida em primeira instância, quando o Juiz Alano Cardoso e Castro da 44ª Zona Eleitoral de Goiás, Planaltina, deferiu o pedido do MP, cassando os dois políticos e multando-os, assim como fez com um empresário envolvido no episódio. Isso em despachos em 04 de setembro de 2017 e depois em 04 de outubro do mesmo ano, quando o processo foi encaminhado recursalmente para o TRE-GO. Neste momento, em Goiânia, no espaço deste Tribunal (FOTO), ocorre mais um momento do julgamento que poderá ou não redundar na cassação dos políticos. O Sindiplag – Sindicato dos Servidores Públicos de Planatina – fretou micro ônibus e adversários políticos do prefeito que apoiam a interrupção do mandato dos dois mandatários fazem-se presentes para pedirem o encerramento do processo com a cassação de Dr. Davi e da Pastora Cida, assim como partidários do prefeito estão enchendo o plenário do tribunal em Goiânia, capital do Estado. A seção está sendo transmitida ao vivo pelo face do vereador Genival Fagundes (PNM), assim como pelo Sindiplag. O vereador Genival, observando in loco e transmitindo ao vivo o evento, disse a nossa reportagem que o julgamento se encerraria hoje, mas um pedido de vista ao processo, novamente irá levar a discussão para a semana que vem. Já há possibilidade de uma protelação ainda maior pelo TRE e até mesmo livrar o prefeito da cassação, já que o relator manteve o voto do Juiz de 1ª Instância, mas diminuiu a pena pecuniária e já livrou a vice prefeita, Pastora Cida, da inegibilidade. “Tudo aponta para um pizza”, comentou via face o jornalista da Tribuna do Nordeste, Wosley Casado, que assistia on line ao julgamento.

 

FOTOS – 1) – Plenário do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás ainda vazio, antes do início da seção e 2) – Interior do ônibus do SINDIPLAG a caminho de Goiânia para pedir a cassação do prefeito.

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre