segunda-feira, maio 16, 2022
InícioPlanaltinaREIS ASSUME DEPOIS DO TUMULTO

REIS ASSUME DEPOIS DO TUMULTO

Prefeito empossado na semana passada, Hernandes  Morais Ferreira (FOTO). deu posse ao prefeito eleito Eles Reis de Freitas.

 

 

Nos últimos anos Planaltina tem sofrido horrores com os políticos que assumiram o executivo da municipalidade. Nas eleições ocorridas em 2008, para administração de 2009 a 2013, dividido em 5 grupos políticos, os eleitores foram às urnas e aprovaram o retorno do ex-prefeito José Olinto Neto à cadeira do executivo com pouco mais 29% dos votos. O período administrativo foi conturbado desde a posse de Zé Neto que teve a delação de um de seus principais apoiadores, Henrique Pinto, acusando-o, desde antes da posse de ter usado grande volume de dinheiro em caixa dois de campanha. Assumindo sob forte tensão a 1º de janeiro de 2009, o prefeito viu-se acossado pela oposição, vendo sua saída no preço das passagens para Brasília. Seu governo foi marcado por um grande movimento contra a empresa Rápido Planaltina, concessionária dos serviços públicos interestaduais de Planaltina para o Distrito Federal. Greve de fome do prefeito, caminhada a pé de Brasília para Planaltina, confronto com a polícia e tudo mais, levando a Rápido Planaltina, empresa com mais de 30 anos de serviço, bater em retirada e deixando o espaço para empresas sem nenhuma experiência. Veio a reeleição e o prefeito venceu novamente o pleito em 2012 para administrar de (2013 a 2017), desta feita atingindo pouco mais de 39% dos votos. Ocorre que o prefeito eleito fora denunciado  pelo Ministério Público por abuso de poder econômico e político, juntamente com seu vice, Vilmar Popular. Já no final de 2013 foi cassado, oportunidade em que o segundo mais votado, com cerca de 38% dos votos, Eles Reis de Freitas, foi chamado a assumir a vacância. A administração deste período (Reis), além das mazelas provocadas e deixadas por Zé Neto, enfrentou a crise nacional mais aguda, o que levou o funcionalismo a sofrer pressão de Reis na questão salarial, posto que o ex-prefeito cassado, objetivando ganhar a sua reeleição (2012), atendera ao Sindicato dos servidores municipais, aprovando um plano de carreira sem a devida preocupação para com as contas da prefeitura. Reis, depois de pacificar o funcionalismo e enfrentar a crise nacional, buscou a reeleição mas, perdeu o pleito de 2016 para Dr. Davi Lima, médico que trabalha no município desde 2004 que, filiara-se ao PROS e viera com recurso financeiro e poder político para ganhar a prefeitura. Reis, novamente, ficou em segundo lugar na votação. No decorrer da campanha Dr. Davi e a Pastora Cida, sua vice, foram denunciados por abuso de poder político pelo Ministério Público, mas, eleitos assumiram a prefeitura a partir de janeiro de 2017. O processo do MP foi acolhido e redundou na cassação de Dr. Davi e sua vice em meados deste ano de 2018. O presidente da Câmara Municipal, Pastor André Luiz  Magalhães, primeiro na linha sucessória e chamado a assumir a vaga do prefeito cassado e o Tribunal Regional Eleitoral -TRE – convocou eleições suplementares que ocorreram na mesma data do segundo turno das eleições presidenciais, dia 28 de outubro. Eles Reis de Freitas (PTC) foi eleito prefeito com pouco mais de 43% dos votos, disputando a prefeitura com o Pastor vereador( que assumira a prefeitura, com Vilmar Popular (PPS), Com João de Abides (MDB) e com Francisco Hélio (PSOL). Reis irá cumprir o restante deste período administrativo, que finda-se a 01 de janeiro de 2021, com eleições previstas para outubro de 2020, as últimas com possibilidade de reeleição, frente a nova legislação eleitoral já em vigor. No período de transição, respondendo a processos gerados quando da administração da Câmara de Vereadores, o Pastor André, prefeito interino é preso pela Polícia de Goiás, juntamente com quatro funcionários do legislativo planaltinense. O Vereador Hernandes Morais Ferreira, vice-presidente da câmara, assume a prefeitura e dá posse ao novo prefeito, Reis, eleito para o mandato de dois anos. Neste dia 13 de novembro o prefeito eleito, Eles Reis, tomou posse mais uma vez na prefeitura municipal, enfrentando um período conturbado que o antecede na administração do município.

 

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre