MORRE DR. PEDRO MENDES

Dr. Pedro Mendes da Luz, advogado, jornalista, escritor, maçon, espiritualista. Faleceu nesta data.

O advogado, jornalista, escritor e político de origem maranhense, Pedro Mendes da Luz faleceu nesta manhã de 10 de Janeiro, depois de anos enfrentando uma enfermidade que o impediu de continuar suas atividades neste últimos cinco anos.

Dr. Pedro casou-se com jovem originária de Cavalcante, cidade do nordeste goiano, filha da tradicional família Magalhães e estabeleceu-se em Planaltina-DF na década de 70, ainda estudante de direito e com pequeno escritório de contabilidade, com o qual mantinha as despesas da família.

Em Planaltina-DF bacharelou-se, advogou e criou seus filhos e filhas, sem nunca deixar de participar, ativamente, dos movimentos que a sociedade mestredamense e brasileira faziam naqueles anos. Filiado ao MDB, sigla que nunca abandonou, enfrentou os últimos anos da ditadura militar como adversário do regime mas,  fiel escudeiro de José Sarney, seu conterrâneo e de quem era admirador confesso.

Nas décadas de 70 e 80 participou dos movimentos de fundação da ASCIP – Associação Comercial e Industrial de Planaltina-DF, tendo sido um de seus presidente; da abertura democrática do Distrito Federal, que, até então não tinha eleições para governador, além de, pessoalmente, fundar e escrever o jornal O Mestre d’Armas, mensário que sobreviveu por mais de 20 anos, enquanto teve saúde para buscar as notícias locais. Levado à condição de administrador regional a convite de sua amiga pessoal, então senadora Márcia Kubitscheck no final da década de 80, prestou inestimável serviço à Via Sacra ao Vivo, quando encaminhou pedido atendido pelo então governador José Aparecido de Oliveira para a construção definitiva do palco no Morro da Capelinha.

Espiritualista, maçon, poeta, mantinha a suas dispensas e com a ajuda de amigos a Casa da Sopa, onde alimentava uma centena de desafortunados. Foi, em meados da década de 90 um dos fundadores da Academia Planaltinense de Letras e Cultura e um de seus presidentes.

Dr. Pedro foi velado na antiga capela de São Sebastião em Planaltina-DF a partir das 8:00h da manhã, do dia 11/01, tendo sido sepultado às 16:00 horas no Cemitério local.

 

 

 

Deixe uma resposta