segunda-feira, maio 16, 2022
InícioPlanaltinaCORETO ABANDONADO

CORETO ABANDONADO

A pequena obra tem valor sentimental incalculável, tal qual o nome que ostenta e que até desapareceu em meio ao abandono: “Coreto Poeta Elpidio Cunha”

A Praça é a Jurandir Camilo Boaventura, situada no Centro Cívico Dr. Dirceu Ferreira de Araújo entre a prefeitura municipal e a Câmara Municipal de Vereadores.

Quem transita por ali, no centro da cidade, não dá muita importância ao pequeno monumento que à tardinha abriga casais de namorados, estudantes a espera de transporte ou mesmo idosos conversando, mas o coreto homenageia a uma personalidade importante de Planaltina.

Elpidio da Cunha Rezende chegou a Planaltina naquele segundo momento da história municipal, quando tornou-se secretário do prefeito Joaquim Mineiro, no início da década de 1970 e daí, por mais de trinta anos perenizou-se no cargo, até depois do ano de 2000, quando foi aposentado.

Além do importante trabalho de Secretário do Prefeito, único anotador das ações do executivo municipal daquela época, “seu” Elpídio era historiador (existem várias anotações de sua lavra) e poeta de especial sensibilidade que deixou mais de uma centena de sonetos e poemas livres que escrevia, sempre dedicados a sua querida mulher, dona Tereza. Poemas em grande parte publicados a partir de 1987 por este jornal.

O coreto da Praça Jurandir Camilo Boaventura, “Poeta Elpidio Cunha” é o reconhecimento do extraordinário trabalho deste mineiro de Santa Juliana e da cultura planaltinense, tão pequena e enfraquecida pelas circunstâncias de seu entrecortar histórico.

“Não se pode deixar ao abandono tal monumento, pequeno fisicamente mas, de grande importância para todos nós”, disse em recente encontro de artista a poetisa Sol Ramalho, presidente da ABLPGO – Academia de Letras de Planaltina.

O prefeito Dirceu Ferreira de Araújo, falecido, foi quem construiu o coreto, o prefeito José Olinto Neto, também falecido lhe deu o nome e agora o prefeito Cristiomário Medeiros deve, junto a sua Secretaria da Cultura e mesmo junto a sociedade cultural local, propor uma ação de recuperação e embelezamento daquele importante monumento, valorizando todo o centro da cidade.

RELATED ARTICLES

2 COMENTÁRIOS

  1. Tem mesmo q divulgar e fazer as cobranças do poder publico, senao cai no abandono.parabens amigo por r se importar sempre.

  2. Tem mesmo q divulgar e fazer as cobranças do poder publico, senao cai no abandono.parabens amigo por r se importar sempre.👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽♥️

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre