DEPUTADOS DEBATEM VIADUTO DE SOBRADINHO

Agaciel comemorou que o viaduto de acesso a Sobradinho, demanda antiga dos moradores da cidade, vai sair sair do papel

Eder Wen – Agência CLDF

Os deputados distritais debateram temas diversos na abertura da sessão ordinária desta quarta-feira (16), na Câmara Legislativa. Agaciel Maia (PL) informou que o Governo do Distrito Federal deve enviar mensagem à Casa reestruturando a carreira dos conselheiros tutelares. O distrital também ressaltou a iminente assinatura da ordem de serviço para início das obras do viaduto de acesso à cidade de Sobradinho.

“Esse viaduto, com custo estimado em R$ 34 milhões, é desejado pelos moradores de Sobradinho há mais de 20 anos e agora finalmente vai sair do papel”, garantiu.

Já o deputado Leandro Grass (Rede) denunciou o que chamou de apagão de gestão na Secretaria de Educação. “Destinaram R$ 10 milhões a menos para o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira, as salas de aula estão abarrotadas, o número de educadores sociais voluntários foi reduzido, é um verdadeiro apagão”, reclamou.

O distrital disse que seu mandato destinou R$ 500 mil para o Centro de Ensino Fundamental Albergue, em São Sebastião, mas a Coordenadoria Regional de Ensino teria usado o recurso para reformar sua sede. “A verba foi usada para comprar mobiliário da coordenadoria e a escola ficou sem os recursos”, apontou.

Deixe uma resposta