sexta-feira, maio 20, 2022
InícioPlanaltina131 ANOS DE EMANCIPAÇÃO

131 ANOS DE EMANCIPAÇÃO

(19/03) O município de Planaltina completa 131 anos de história. Uma história absolutamente ímpar,  devido acontecimentos que mudaram o eixo de comando do país, que deixou de ser um país litorâneo para tornar-se um país continental a partir de 1960.

“A história deste povo trabalhador de hoje, que conduz a grandeza da municipalidade deve rememorar os caminhos e dificuldades vividos pelo município, fortalecendo sua origem goiana e orgulhando-se de continuar contribuindo com seu nome e sua história para a grandeza de Goiás”, disse o vereador Genival Fagundes em recente evento popular.

Mestre d’Armas núcleo habitacional que tornou-se sede e nome do  município, emancipando-se de Formosa dois anos após a Proclamação da República, precisamente a 19 de março de 1891. Daí para tornar-se Planaltina chegamos a 1917, ou seja, vinte e seis anos depois.

O município de Planaltina, como todos daqueles tempos era muito grande e ocupava uma área, aproximada, de 8 mil quilômetros quadrados, tendo os municípios de Formosa ao Leste e Norte; Luziânia ao Sul e Oeste como limítrofes.

No final da década de 1950 com o movimento de mudança da capital brasileira do Rio de Janeiro para o centro do país, Planaltina de Mestre d’Armas ficava  no centro das atenções, devido tornar-se o município que ofereceria a maior parcela de terras para formação do Território do Distrito Federal, e mais, sua sede original, a antiga Mestre d’Armas ficara dentro do quadrilátero demarcado como terras da Nova Capital.

Mais de 4 mil quilômetros quadrados do município, de terras férteis ficara sem sua sede, construída desde os tempos coloniais. Existia, no interior do município, um significativo número de fazendeiros e  moradores nos distritos de Água Fria, Mato Seco e Córrego Rico e daí veio a ideia da construção da nova sede planaltinense, encabeçada por Oswaldo Vaz, construtor de Brasília; Eloy Pinto de Araújo residente em Água Fria e Joaquim Gonçalves Sobrinho, o Joaquim Mineiro, residente na Fazenda Brasília.

Oswaldo Vaz, eleito prefeito em Planaltina em 1956, empossado em 1957, conduziu o início da construção da nova sede do município, depois de negociar uma permuta autorizada pela Câmara de Vereadores, aonde 300 alqueires da propriedade de Joaquim Mineiro seriam loteados criando o loteamento oficial da nova Planaltina, a Planaltina de hoje.

Muitos percalços tiveram de ser superados, mas a Planaltina goiana, o município que nasceu em Mestre d’Armas, a nova sede foi construída,  permaneceu a parte goiana, hoje consolidada com mais de 100 mil habitantes, a 11a. mais populosa do estado,  comemora 131 anos de emancipação política.

A festa comemorativa está acontecendo desde o início do mês, tendo a prefeitura, sob o comando do prefeito Cristiomário Medeiros desenvolvido intensa programação para festejar a data.

Viva Planaltina! Viva sua gente! Viva!!!

 

Autoridades municipais prestigiam as festas comemorativas.
Alunos das escolas municipais desfilam com as bandeiras do país, do estado de Goiás e de Planaltina.
 
RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre