segunda-feira, maio 16, 2022
InícioDestaqueCAF finaliza análise de emendas ao projeto da LUOS nesta quarta-feira (23),...

CAF finaliza análise de emendas ao projeto da LUOS nesta quarta-feira (23), às 14h

O presidente da Comissão de Assuntos Fundiários, Cláudio Abrantes, fez um apelo aos colegas para segurarem o encaminhamento de mais emendas. Das 145 emendas apresentadas, Abrantes vai apresentar relatório sobre as últimas 75 emendas

Denise Caputo – Agência CLDF

O sistema da Câmara Legislativa registrava 145 emendas ao projeto de lei complementar nº 69/20 – que altera a Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS) – até as 17h desta terça-feira (22). A apreciação da matéria, anunciada para a sessão ordinária desta tarde, voltou a ser adiada, porque nem todas as emendas protocoladas passaram pelo crivo da comissão de mérito, a de Assuntos Fundiários (CAF). O colegiado ficou de concluir a análise em reunião nesta quarta-feira (23), a partir das 14h.

O presidente da CAF e relator do PLC na comissão, deputado Cláudio Abrantes (PDT), lembrou que o parecer à proposta foi aprovado em junho de 2021, quando haviam sido apresentadas 70 emendas. Ele adiantou já ter avaliado outras 73 alterações protocoladas posteriormente, restando ainda duas, e fez um apelo aos colegas para segurarem o encaminhamento de mais emendas: “Precisamos avaliar com zelo, ouvir os técnicos e a Seduh (Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação); fica impossível se a todo momento entrar uma emenda nova”.

O deputado Rafael Prudente (MDB), presidente da Câmara Legislativa, destacou que o prazo acordado para a apresentação de emendas ia até a última sexta-feira, mas que algumas propostas foram protocoladas depois. Atendendo ao pedido de colegas, o chefe do Legislativo fixou um novo limite: as 17h desta tarde. “As demais serão rejeitadas”, defendeu. Prudente pediu o compromisso de todas as comissões envolvidas na análise do PLC – CAF, CEOF e CCJ – para que o PLC possa ser votado em plenário, impreterivelmente, na próxima terça-feira (29).

Diversos parlamentares reforçaram a importância de o texto passar por todos os colegiados antes de ser submetido ao plenário. “As emendas devem passar antes pelas comissões, não aceitaremos emendas de plenário. Não vamos fazer lei para prejudicar o DF”, disse Chico Vigilante (PT). A deputada Arlete Sampaio (PT), que integra a CAF, afirmou:  “Já avançamos bastante, várias emendas propostas por associações foram acatadas pelo relator, com exceção da questão do gabarito, que foi remetida ao Conselho de Planejamento Territorial e Urbano (Conplan). Mas ainda há emendas a serem avaliadas”.

À frente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças, o deputado Agaciel Maia (PL) destacou a responsabilidade da análise da comissão de mérito: “A CAF precisa ter muito cuidado, a CEOF e a CCJ vão se basear em seu parecer”. Na mesma linha, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Jaqueline Silva (PTB), enfatizou: “Só me sinto confortável de fazer a reunião da CCJ depois da CAF.Após isso, a matéria pode ir ao plenário”.

Por sua vez, o deputado Leandro Grass (PV) reforçou a importância da LUOS: “A política urbana não deve servir a interesses corporativos, tem de servir à qualidade de vida, ao ordenamento e à sustentabilidade do DF”. E completou: “Temos de ter compromisso com o futuro da cidade e não com interesses imediatistas”.

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre