sábado, maio 21, 2022
InícioDFValor bruto da produção agrícola tem aumento recorde de 27% no DF

Valor bruto da produção agrícola tem aumento recorde de 27% no DF

Comemorando 44 anos nesta quinta-feira (7), Emater-DF divulga que a produção agropecuária alcançou R$ 4,5 bilhões em 2021, superando em cerca de R$ 1 bilhão a de 2020

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

A Emater-DF completa 44 anos de atividade nesta quinta-feira (7) comemorando, pelo sexto ano consecutivo, aumento no Valor Bruto de Produção (VBP) do Distrito Federal. O VBP é calculado multiplicando o valor da produção de cada produto agrícola e da pecuária pelos preços médios recebidos pelos produtores (produção x R$). Em 2021, a produção agropecuária do Distrito Federal alcançou R$ 4,5 bilhões, um crescimento de 27,3% em relação a 2020, que foi de pouco mais de R$ 3,5 bilhões.

Milho é uma das culturas que mais contribuíram para o crescimento do Valor Bruto de Produção no DF | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

O setor com maior crescimento foi o das grandes culturas (milho, soja, feijão, sorgo, feno), com VBP de R$ 1,7 bilhão (aumento de 61,66% na comparação com o ano anterior), ultrapassando o setor da pecuária, que teve um VBP de R$ 1,4 bilhão (+4,11%) em 2021. Já as cadeias produtivas da olericultura, floricultura, fruticultura, silvicultura, somadas, tiveram um valor bruto de R$ 1,2 bilhão em 2021 (+33,25%).

“A soja e o milho representam 80,60% da área plantada total de 161.310 hectares das grandes culturas. A produção dessas commodities foi impulsionada mais ainda pelas demandas interna e externa e pelos altos preços de mercado em 2021” – Jair Tostes, extensionista da Emater-DF

“A soja e o milho representam 80,60% da área plantada total de 161.310 hectares das grandes culturas. A produção dessas commodities foi impulsionada mais ainda pelas demandas interna e externa e pelos altos preços de mercado em 2021″, explica o extensionista Jair Tostes, da Gerência de Desenvolvimento Econômico da Emater-DF.

Confira aqui o VBP.

Os dados representam o potencial econômico do setor agropecuário do Distrito Federal e como a assistência técnica e a extensão rural dão resultado na vida das pessoas do campo, em especial na dos pequenos produtores e agricultores familiares. Como braço do governo no campo, a Emater-DF trabalha na qualificação do trabalho rural, auxiliando os produtores com gestão, assistência técnica e levando conhecimento e acesso a políticas públicas ao meio rural.

“São cerca de 300 profissionais, em 15 escritórios nas regiões administrativas e na sede, que formam equipes multidisciplinares para atender às necessidades dos produtores em diversas áreas, desde o planejamento da produção até a comercialização”, ressalta a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, que destacou também a atenção especial dada às mulheres e aos jovens do campo.

A Emater-DF trabalha na qualificação do trabalho rural, auxiliando os produtores com gestão, assistência técnica e levando conhecimento e acesso a políticas públicas ao meio rural

“O trabalho da Emater-DF vai muito além de tudo isso. Nossos técnicos atuam para levar qualidade de vida, inclusão social e de gênero e também para motivar os jovens a viver, trabalhar e empreender no campo”, ressalta ela.

Veterinários, zootecnistas, engenheiros agrônomos, economistas domésticas, técnicos agrícolas, técnicos em agroindústria, engenheira de alimentos, nutricionistas e engenheiros ambiental e florestal são alguns dos profissionais que atuam na empresa.

“Independentemente da profissão, todos atuam com uma visão holística da propriedade, que busca uma interação maior com o ambiente, melhorando as condições de produção, a gestão da atividade, as condições sociais da família e a conservação ambiental”, afirma a diretora executiva da empresa, Loiselene Trindade.

Para agendar atendimento ou visita técnica da Emater-DF na sua propriedade, basta entrar em contato com uma das unidades locais.

Clique nos temas abaixo para saber um pouco mais sobre os serviços da empresa:

– Adequação ambiental e regularização fundiária
– Desenvolvimento agropecuário (olericultura, floricultura, fruticultura, pecuária, piscicultura)
– Desenvolvimento social (artesanato, benefícios sociais, segurança alimentar, saneamento rural etc)
– Gestão, comercialização e mercado
– Compras institucionais
– Linhas de Crédito Rural
– Cursos de capacitação e qualificação
– Serviços pagos para produtores patronais
– Agricultura urbana

*Com informações da Emater-DF

RELATED ARTICLES

Deixe uma resposta

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments

ANA C M S FIGUEREDO on DESTAQUE SOCIAL – Aninha Macedo –
Rock sem partido on O CARNAVAL FOI LIBERADO?
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Terezinha on CORETO ABANDONADO
Edson Campelo de Amiranda on Ponto de Vista É PRECISO POLÍTICOS LOCAIS
Antonio de Pádua on Sobre
Antonio de Pádua on Sobre
Ceiça Nascimento on Sobre
LUCIANA FREITAS on Sobre
Tatiana Mourão on Sobre
admin on Sobre
Evando Meneses on Sobre