SUJEIRA ELEITORAL

Durante o período eleitoral, especialmente quando as campanhas acirram na busca de conquistar o eleitor, muitos candidatos, a maioria deles concluem através de seus coordenadores de campanhas que é preciso distribuir mais “santinhos” (não seriam “capetinhas”?) de qualquer maneira,  para se fazerem presentes em meio ao povo, como se isso adiantasse alguma coisa.

O sinal de que nomes não conhecidos buscam espaço de modo errado. Santinho encontrado no centro da cidade, acima.

Partidos políticos  já iniciaram a ofensiva, sujando as ruas, usando método antigo como o exposto acima. O eleitor consciente deve observar os políticos envolvidos e, definitivamente, não votar em quem, além de não ser do município, da cidade, suja as calçadas, praças e outros logradouros com papéis de campanha eleitoral.

E aqueles que acham que o eleitor tem ouvidos moucos? Trio elétrico a todo volume, em horário impróprio e querendo voto. É preciso que as autoridades coibam estes abusos e, antes, que o eleitor tire os sujões de circulação do meio político.

Deixe uma resposta