6 COMIDAS QUE PROVAVELMENTE VOCÊ NÃO FAZ IDEIA QUE NASCERAM NO BRASIL

Quando pensamos em comida típica brasileira, logo temos em mente pratos como a feijoada, o pão de queijo, a coxinha, o acarajé e por aí vai. Porém, o segredo da culinária do nosso país se estende para muito além disso. Afinal, você sabia que existem pratos com cara de comida gringa, mas que foram criados no Brasil?

Pensando nisso, nós fizemos uma lista com seis pratos ou comidas que parecem muito ter vindo de outro país, porém têm o “DNA” brasileiro em sua composição. Será que você consegue adivinhar algum dos itens da lista? Descubra agora!

1. Bife à parmegiana

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Você provavelmente passou a sua vida inteira achando que o bife à parmegiana era uma invenção dos italianos. Entretanto, o nosso tradicional bife empanado coberto com molho de tomate e queijo nasceu em São Paulo. O nome, que se remete à cidade de Parma, provavelmente é uma referência à parmigiana di melanzane, ou parmegiana de berinjela, essa sim muito tradicional na Itália e que troca o bife pelo legume.

Portanto, se você planeja comer algo do tipo em uma viagem pela Europa, saiba que esse prato só poderá ser encontrado se você acabar cruzando com um restaurante brasileiro no exterior.

2. Pão francês

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

O nome do pão é francês, mas a receita é brasileira. Não à toa, ele também pode ser chamado de pão de sal, cacetinho, carioquinha e por aí vai. Essa comida está presente no café da manhã dos brasileiros e, por isso, pode ser considerada uma receita tradicional de nosso país.

Esse tipo de pão foi inspirado na baguete francesa e daí vem o nome. No passado, a elite brasileira viajava para o exterior no início do século XX e trazia o pão para que os padeiros daqui tentassem copiá-lo. Então, o pão francês acabou surgindo.

3. Palha italiana

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Assim como acontece com o pão francês, de italiano a palha italiana só tem o nome. Afinal, o doce é feito com brigadeiro e esse, nós podemos concordar, é uma comida criada e firmada em solo brasileiro. Acontece que a palha italiana foi inspirada no salaminho de chocolate, uma receita típica italiana preparada com biscoitos, chocolate e vinho tinto.

Porém, a forma como ela é confeccionada no Brasil só existe por aqui mesmo e ninguém pode” tirar da gente”. Se eles criaram, nós aprimoramos.

4. Torta holandesa

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Continuando na seção de doces, a torta holandesa é mais uma sobremesa com gosto brasileiro. Inclusive, essa é uma invenção bem recente. A receita surgiu em Campinas, em 1991, pelas mãos de Sílvia Maria, a dona de um café local. O objetivo era criar um modelo de pavê mais elaborado.

Como ela havia trabalhado como governanta na Europa para uma família holandesa, a torta acabou sendo batizada como uma lembrança desses tempos.

5. Molho à bolonhesa

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Essa é mais uma adaptação do jeitinho brasileiro. Se você citar o molho à bolonhesa na Itália, a reação não será muito positiva. Enquanto o molho tradicional italiano é um ragu — feito com diferentes tipos de carne cozida que é temperada com vinho entre outros ingredientes bem específicos —, aqui nós usamos a simples carne moída com molho de tomate e misturamos com qualquer tipo de massa.

Na Itália principalmente, esse tipo de molho só aparece como acompanhamento do tagliatelle.

6. Beirute

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Além do nome, a única parte do beirute que faz parte da cultura libanesa é o pão sírio. De resto, a receita é toda brasileira. Esse prato surgiu em São Paulo na década de 1950, quando 2 irmãos descendentes de libaneses decidiram abrir uma lanchonete.

Quando notaram que faltava pão para finalizar a receita do tradicional bauru, acabaram se vendo dentro de um dilema. Foi assim que acabaram adotando o pão sírio e batizaram o lanche de “beirute”, o que agradou os consumidores.

Deixe uma resposta